Descubra os compostos mais comuns encontrados no ar e como eles impactam a saúde

Atualizado: 7 de Mai de 2018

Você sabia que o ar que está respirando neste momento pode conter diversos compostos nocivos à saúde? Mais da metade do tempo estamos em ambientes fechados, onde o ar circula pouco e as chances de doenças e infecções aumentam consideravelmente. Agora imagine se, além disso, esse ar ainda possuir em sua composição substâncias tóxicas ?


Locais onde a circulação de pessoas é constante e intensa devem ter atenção especial à qualidade do ar — fatores como absenteísmo e baixa produção estão relacionados a condições ambientais desfavoráveis. Por isso, é importante conhecer os compostos no ar e evitar que eles causem maiores problemas aos ocupantes desses ambientes.

Separamos aqui os compostos mais comuns encontrados no ar.


Conheça os gases e saiba qual a relação entre a concentração dos mesmos e os problemas de saúde!

Amônia


A amônia (NH3) é um gás tóxico, que não possui sensibilidade à luz, é incolor e possui odor específico. Está presente em áreas comerciais, residências e indústrias.


De acordo com a NR-15, o limite máximo de amônia no ambiente deve ser de 20 ppm ou 14 g/m³ para jornadas de trabalho de até 48 horas semanais. Porém, essa não é a realidade de muitas indústrias, que possuem o nível de amônia presente no ar muito acima do permitido!


A exposição constante à amônia pode causar diversos problemas de saúde, como tosse constante e aguda, asfixia devido à inalação contínua do produto, irritação pulmonar, edema, cegueira temporária, febre, vômito e inchaço do corpo.

Amianto



O amianto é encontrado em abundância na natureza e utilizado em larga escala pelo setor industrial. É durável, resistente, flexível e possui boa qualidade isolante. É usado principalmente no campo da construção civil e para isolamento térmico ou acústico.


A concentração máxima permitida de partículas de amianto suspensas no ar é de 0,10 fibra/cm³. A exposição frequente a níveis elevados deste composto no ambiente pode causar graves doenças:

  • Câncer de pulmão: o tipo histológico mais frequente de câncer de pulmão em pessoas que têm contato constante com o amianto é o adenocarcinoma. Quanto maior a deposição de fibras desse material nos alvéolos pulmonares, maior o risco de desenvolver a doença.

  • Mesotelioma: é um tipo raro de tumor maligno, que atinge principalmente a pleura (membrana serosa que reveste todo o pulmão). A principal causa dessa doença é a exposição ao amianto.

Além dessas doenças, a concentração elevada de amianto no ar pode causar derrames pleurais, maior espessamento do diafragma e da pleura, distúrbios respiratórios severos e placas pleurais.


Metais pesados


Metais pesados

Os metais pesados mercúrio, alumínio, chumbo e níquel possuem características específicas com relação ao nível de concentração no ar e aos problemas de saúde.


Esse metais são utilizados em todos os setores industriais, como alimentos, tintas, fármacos, desodorantes e agrotóxicos. Por isso, a chance de contaminação devido à presença de alguns deles no ambiente industrial é grande.

A concentração máxima permitida desses compostos no ar varia de acordo com o uso e a substância em questão. A média aceitável é de 100 mg/m³. São inúmeras as vias metabólicas contaminadas pelos metais pesados. Porém, como eles possuem a característica de se acumularem no organismo, atingem principalmente as reações enzimáticas. Os sistemas gastrointestinal, nervoso, renal, cardiovascular e hematopoiético são os mais sensíveis a esse tipo de contaminação.


Podem ocorrer, ainda, irritações nas mucosas nasais, perfuração do septo nasal, tosse crônica, lesões vasculares periféricas e a ocorrência de alguns tipos de câncer, como o dos brônquios e de pele.

Por isso, é crucial que a qualidade do ar em locais com grande circulação de pessoas, em especial nas indústrias, seja analisada constantemente, para que se possa verificar quais os compostos presentes no ambiente e tomar atitudes para diminuir a concentração destes. Assim, pode-se evitar diversos problemas de saúde que acometem os trabalhadores e ainda se tem um ambiente de trabalho seguro!

Você sabia dos danos causados na saúde pelo contato com os compostos encontrados no ar?

Já teve algum problema de saúde devido à exposição constante a ambientes contaminados?

Compartilhe com a gente sua experiência!


© 2020 DUX CONTROLE DE ODORES | INDÚSTRIA QUÍMICA | Todos os direitos reservados.

CNPJ 13.771.610.0001-30 | ANVISA 3.07.044-2 | TEL: +55 (11) 4447-7190