Dicas para fazer o controle de odor em fábricas têxteis


Controle de odor nas fábricas têxteis

A produção na indústria têxtil tem como principal objetivo transformar fibras em fios, tecidos e peças de vestuário. Ela possui várias etapas e utiliza uma infinidade de matérias primas, como algodão e seda. Porém, um dos maiores problemas enfrentados pelas fábricas têxteis é a elevada geração de poluentes.


Os rejeitos produzidos por essas indústrias, quando não tratados de maneira correta, podem causar graves impactos e alterar o equilíbrio do meio ambiente continuamente. Por isso, é importante que essas empresas tenham responsabilidade ambiental – em especial no tratamento e controle de odor, pois o mau cheiro prejudica a atmosfera e pessoas que possuem contato com ele. Você sabia que é possível fazer o controle de odor em fábricas têxteis?


Então continue a ler o nosso post e saiba como!

Quais são os malefícios causados pelo odor emitido em fábricas têxteis?

O mau cheiro proveniente de indústrias têxteis é resultado da queima de substâncias utilizadas para tingir os tecidos. Além disso, existem algumas partículas do algodão e de outros materiais utilizados como matéria prima que eliminam gases durante o processo produtivo e podem causar prejuízos à atmosfera.


Um outro fator que gera preocupação nas fábricas têxteis com relação ao mau cheiro são os efluentes resultantes de alguns processos que, quando lançados no meio ambiente, emitem gases desagradáveis.


Indústrias têxteis podem causar impactos ambientais?

Sim! Além do mau cheiro emitido pelas fábricas têxteis, a queima de lenha e óleo combustível, durante o processo produtivo, gera compostos — como dióxidos de enxofre e fuligem — que poluem a atmosfera.


Os efluentes têxteis possuem um pH elevado, alta concentração de sal e toxicidade e grande poluição orgânica. Como a água é um dos principais elementos para o processo de produção dos tecidos, ela é modificada devido às substâncias químicas nela adicionada, fazendo com que os rejeitos gerados passem a ser tóxicos.


Por isso, é importante que as fábricas têxteis façam o tratamento dos efluentes antes que eles sejam lançados no meio ambiente. Deve-se ter uma maior atenção ao controle de odor emitido, pois ele também causa impactos ambientais e problemas respiratórios na população que vive em torno das indústrias e nos trabalhadores.


Como fazer o controle de odor nas fábricas têxteis?

Existem inúmeras maneiras para se controlar o odor emitido pelas indústrias têxteis.

Caso não ocorra uma mobilização por parte dos gestores dessas empresas, elas podem ser multadas, como ocorreu com a cidade de Votorantim (SP), e até mesmo fechadas.


Entre as formas de tratamento do odor, podemos citar:

Aplicação em lavador de gases

Este tipo de tratamento pode ser utilizado em todas as áreas de uma fábrica têxtil, pois utiliza os dutos de exaustão para realizar o processo da lavagem de gases, garantindo total erradicação do mau cheiro. O produto aplicado tem a capacidade e atrair os compostos que geram o odor e transformá-los em substâncias inodoras e inofensivas.


Tratamento que utiliza o sistema de ventilação

A nebulização em sistema de ventilação é recomendada para empresas que desejam controlar o mau cheiro em áreas comuns, onde o sistema de ventilação abrange.

O produto é misturado a água e pulverizado diretamente no duto de ventilação, que será o responsável por disseminá-lo e, com isso, tratar o mau cheiro.

As fábricas têxteis possuem processos produtivos que podem agredir o meio ambiente e devem voltar sua atenção para esse problema – principalmente no controle de odor. Assim, elas podem evitar possíveis multas e até mesmo o seu fechamento!

Percebeu como é importante fazer o controle de odor em fábricas têxteis?
Conhece mais alguma forma de tratamento que não colocamos aqui? Então compartilhe com a gente nos comentários!

© 2020 DUX CONTROLE DE ODORES | INDÚSTRIA QUÍMICA | Todos os direitos reservados.

CNPJ 13.771.610.0001-30 | ANVISA 3.07.044-2 | TEL: +55 (11) 4447-7190